Costa Esmeralda - Trading Company

5 erros mais comuns que te fazem perder dinheiro na importação

5 erros mais comuns que te fazem perder dinheiro na importação

5 erros mais comuns que te fazem perder dinheiro na importação

12 de dezembro de 2018

Muitas pessoas têm optado pelas importações, pois elas oferecem diversos benefícios aos nossos bolsos. A dúvida que fica é: como não perder dinheiro na importação? Com a redução de impostos, a economia é garantida. Ainda assim, muitos têm errado na hora de importar, fazendo com que as tentativas de economia caiam por terra.

É certo que importar possui alguns riscos, mas estando atento e fazendo da maneira correta, você pode, sim, fazer uma importação sem perder seu dinheiro. A seguir, veja os 5 erros mais comuns que te fazem perder dinheiro na importação. E não erre mais!

1 – Falta de planejamento

Toda empresa, independentemente de como atua, deve ter um plano de negócios. Um bom planejamento de suas compras e vendas evitará maiores riscos no futuro. Tenha em mente quais são seus clientes, como chegar até eles, sua lucratividade, como irá divulgar seus produtos, as formas de pagamento… Pense em tudo e se planeje para que as importações sejam bem recompensadas.

2 – Não conhecer as normas

Para importar produtos deve-se conhecer todas as normas que envolvem o processo, não só para evitar erros e perder dinheiro, mas para garantir que tudo seja feito da forma mais correta possível, evitando maiores problemas com a aduana – o que pode comprometer, inclusive, a empresa.

Siga as normas e evite maiores problemas que podem surgir com os órgãos públicos e afetar as finanças da empresa.

3 – Conhecer a classificação fiscal

Cada tipo de produto possui um código diferenciado pela Nomenclatura Comum do Mercosul. Esse código no NCM é que irá definir a taxação nova dessas mercadorias.

Todo importador deve se atentar a isso, já que os produtos são taxados de forma diferente de como ocorre no Brasil.

Conhecer a classificação fiscal vai promover a legalização da mercadoria que é recebida no país.

Isso vai evitar maiores problemas na Receita Federal, que poderá desclassificar a importação, aplicando multa, juros e deixando todo o processo ainda mais caro.

4 – Maus fornecedores

É preciso fazer uma boa pesquisa de mercado para que sejam encontrados bons fornecedores para a empresa. O mundo da importação é repleto de maus fornecedores e empresas fraudulentas, que podem acabar com o seu negócio – fora os golpes com produtos inferiores à qualidade que se espera.

Portanto, pesquise bem antes de assinar parcerias e observe se os fornecedores com quem irá trabalhar futuramente possuem um bom relacionamento com suas empresas parceiras, entregam produtos de qualidade, no prazo e cumprem com o que tem sido acordado.

5 – Não ter uma assessoria

Como importar requer o conhecimento de muitas normas e o cumprimento de inúmeras etapas, é importante que seja um processo feito com auxílio de pessoas especializadas no assunto.

Esse passo, além de garantir a ajuda necessária no processo de importação, irá evitar maiores falhas e erros que o farão perder o seu dinheiro.

Você gostou do conteúdo? A Costa Esmeralda oferece toda a assessoria que você precisa em comércio exterior, de forma ágil e trazendo benefícios que permitem uma redução significativa do ICMS.

Quer importar sem erros e não perder dinheiro na importação? Acesse nossa página ou entre em contato pelo site.

Assine nossa newsletter
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
Gostou do conteúdo? Assine nossa newsletter e seja o primeiro a receber novidades!
Nós odiamos spam. Seu endereço de email não será comercializado ou compartilhado com qualquer outra pessoa.

compartilhar