Costa Esmeralda - Trading Company

Radar: qual a importância para o comércio exterior?

Radar: qual a importância para o comércio exterior?

Radar: qual a importância para o comércio exterior?

4 de fevereiro de 2019

Para que as exportações ocorram na mais perfeita ordem, é necessária a aplicação de uma série de regras. Todas elas constituem a legislação vigente que orienta as operações relacionadas ao comércio exterior. Entre tantos detalhes, as empresas importadoras ou exportadoras precisam se atentar à obtenção do RADAR.

Mas, afinal, o que seria o RADAR? Embora esse elemento seja obrigatório para as organizações que atuam no comércio exterior, muitos gestores ainda alimentam dúvidas sobre o assunto.

Caso você tenha se identificado, basta prosseguir a leitura para conhecer os detalhes mais relevantes sobre esse importante documento.

O que é o RADAR?

Antes de mais nada, convém explicar que a união dessas letras representa o registro e rastreamento da atuação dos intervenientes aduaneiros.

Ao contrário do que alguns empresários imaginam, o referido documento é obrigatório. Isso significa que, sem ele, as empresas de importação e exportação ficam impedidas de operarem.

Por que esse registro é tão importante para as operações do comércio exterior?

Esse registro centraliza as informações geradas pelas operações das empresas atuantes no comércio exterior. O documento apresenta um vínculo direto com a Receita Federal, já que órgão coleta dados por meio desse sistema. Logo, a ausência dele é configurada como ato ilícito por parte das empresas.

Além disso, o registro é pré-requisito para que as empresas do ramo acessem o SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior). Por sinal, essa liberação de acesso também é imprescindível para que essas organizações consigam realizar suas exportações.

Pequenas empresas podem solicitar o registro?

Desde que a empresa exerça alguma atividade relacionada ao comércio exterior, ela não só pode como deve solicitar o registro em questão. Isso se aplica a todas as organizações, independentemente do porte dela.

Evidentemente, a infraestrutura de uma pequena empresa é totalmente diferente a de uma organização de grande porte. Não raro, muitos empreendedores que poderiam exportar mercadorias deixam de fazê-lo devido à burocracia do sistema.

Em uma tentativa de resolver o impasse e incentivar as exportações brasileiras, algumas mudanças vêm sendo adotadas. Uma das soluções consiste na não exigência de comprovação financeira durante a solicitação do RADAR expresso.

Como o próprio nome sugere, o objetivo dessa modalidade do registro é tornar o processo mais rápido e dinâmico. Na prática, isso significa que as empresas não precisam encaminhar a documentação para avaliação do Fisco. Em vez disso, basta preencher os campos fornecidos em um formulário online.

Outra vantagem destinada a estimular a comercialização internacional das mercadorias é o caráter ilimitado da operação. Em outras palavras, as pequenas empresas podem efetuar o registro obrigatório e vender seus produtos quando acharem melhor. Logo, elas só precisam se preocupar em encontrar as oportunidades de negócio mais favoráveis.

Existe ainda mais um ponto que promove as exportações das microempresas: o faturamento mínimo exigido. Anteriormente, o valor anual era restrito a US$ 1 milhão. Isso era um empecilho para boa parte das empresas que queriam exportar.

Com a alteração desse limite de exportação para US$ 3 milhões por ano, o comércio exterior abriu as portas para muitas organizações. Elas começaram a contar com o suporte de um seguro garantidor de crédito para operações de exportação.

Como mencionado ao longo desse breve artigo, o RADAR é essencial para garantir a regularidade e fluidez do comércio exterior. A melhor parte disso está relacionada à abrangência do registro, já que ele também ficou mais acessível para as pequenas empresas.

Se ainda restou alguma dúvida sobre o RADAR, acesse o nosso site e converse com um de nossos consultores! Nós temos um time de especialistas em comércio exterior sempre pronto a ajudar!

Assine nossa newsletter
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
Gostou do conteúdo? Assine nossa newsletter e seja o primeiro a receber novidades!
Nós odiamos spam. Seu endereço de email não será comercializado ou compartilhado com qualquer outra pessoa.

compartilhar